Loading...

Deixe a felicidade ser o caminho e não a meta


"Não desejo a você um ano maravilhoso, onde tudo é bom. Esse é um pensamento mágico, infantil e utópico. 
Desejo que você seja encorajado a se olhar e a se amar como você é. Que tenha amor próprio suficiente para travar muitas batalhas, e humildade para saber que existem batalhas impossíveis de vencer e aquelas pelas quais não vale a pena lutar.
 Desejo que você aceite que existem realidades que não podem ser modificadas e que existem outras que, se você fugir do local da reclamação, poderá mudar. Deixe o "eu não posso" e você reconhecerá o "eu não quero".
Desejo que você ouça a sua verdade, e a diga, com plena consciência de que é apenas a sua verdade, não a do outro.
Que você se exponha ao que teme, porque é a única maneira de superar o medo.
Que você aprenda a tolerar os "pontos obscuros" do outro, porque você também tem os seus, e isso cancela a possibilidade de reivindicar superioridade.
Não se condene por estar errado; você não é todo-poderoso. Que você cresça, onde e quando quiser.
Não desejo que o ANO NOVO traga felicidade.
Eu desejo que você seja feliz, seja qual for a realidade que você tenha que viver. Deixe a felicidade ser o caminho e não a meta.” 

Texto de Mirta Medici, psicóloga argentina.

Abaixo o áudio do texto com a locução do poeta Léo Medeiros
Literatura 7060657247299604932

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item